• Clinica Santa Catharina

Doenças de Verão - Otite Externa

Atualizado: 16 de Dez de 2021

Com o verão se aproximando, aumentam os casos de Otite Externa no consultório do médico otorrinolaringologista. Afinal, do que se trata esta doença ?



A Otite Externa é a inflamação da pele do ouvido. Normalmente é ocasionada por algum trauma, como uso de hastes flexíveis, manipulação com dedos, ou então pelo contato com a água.



COMO SABER SE ESTOU COM OTITE EXTERNA

Os sintomas mais comuns da Otite Externa são dor de ouvido, dor ao manipular a orelha, saída de secreção pelo ouvido e dificuldade para escutar.

CAUSAS DE OTITE EXTERNA


Não se preocupe, não são em todos os casos que a água entra no ouvido que o paciente apresentará uma inflamação no ouvido. Normalmente a cera que existe no conduto auditivo protege o ouvido da água. Porém se o paciente tiver uma cera que foi "empurrada" com o cotonete para a parte mais interna no ouvido, ela fica ressecada, e não tem mais o fator de proteção que antes teria.

Muitas vezes a água ultrapassa a cera e depois fica represada pela mesma, dando a sensação de "água no ouvido".

O uso de cotonete, ou outros objetos para manipular a cera podem tanto levar a cera para a parte mais interna do ouvido, fazendo com que a mesma perca sua função de proteção, quanto podem quebrar a barreira natural da pele do ouvido, gerando assim oportunidade para bactérias e virus que estão presentes na pele de penetrarem a mesma e fazer uma inflamação seguida de infecção do ouvido.


TRATAMENTO DA OTITE EXTERNA


O tratamento para otite externa requer atenção médica, de preferência especializada (otorrinolaringologista) ,avaliação das possíveis causas e por vezes prescrição de medicação tópica e/ou via oral, após análise do caso.


CUIDADOS EM CASA


Um cuidado importante durante o tratamento para Otite Externa é não deixar entrar água no ouvido. Podendo protegê-lo da água durante o banho com um chumaço de algodão com a parte que fica para fora da orelha embebido em oleo de amêndoas. ( o ouvido não fica em contato com o óleo ).


Outro cuidado que pode auxiliar na analgesia (controle de dor ) durante os primeiros dias de tratamento, além do usdo correto da medicação prescrita, é a compressa quente.

A manipulação pelo paciente também não é recomendada, e normalmente solicita-se que o paciente retorne ao consultório após a melhora clínica para reavaliar o ouvido.






Procure um Otorrinolaringologista em caso de dúvidas.




Dra Francyelle Gonçalves Boni

Cremeb: 29072

Médica Otorrinolaringologista da Clínica Otorrinolaringológica Santa Catharina







2 visualizações0 comentário